A Paris de Amélie Poulain e Satine



O Fabuloso Destino de Amélie Poulain é um dos meus filmes favoritos. É uma obra-prima do cinema francês e um exemplar da magia cinematográfica proposta pelo diretor Jean-Pierre Jeunet. Para quem não conhece o filme muito bem, ele foi filmado, quase em toda sua totalidade, no bairro de Montmartre, que é considerado um dos destinos mais charmosos da capital francesa, localizado ao norte de Paris, no chamado Bairro 18.

Voulez-vous coucher avec moi, ce soir

O mais bacana sobre Montmartre é que você não vai esbarrar somente na Amélie. Você também pode encontrar a Satine, de Moulin Rouge. O Moinho Vermelho (Moulin Rouge) foi inaugurado em 1889 e é um dos lugares mais importantes da noite de Paris. Celebrado pelos boêmios, ainda preserva espetáculos que remontam o período áureo da casa.


Moulin Rouge >>>> 82 Boulevard de Clichy.

La valse d' Amélie



Depois de passar pelo Moulin Rouge, vamos atrás dos destinos da nossa heroína parisiense Amélie Poulain.  A primeira parada é o edifício que serviu de locação para a sua casa. Se você quiser conhecer o prédio, ele fica localizado na Rue de Trois Freres. Mas só o lado exterior fica em Montmartre. O interior do apartamento foi gravado em estúdio, na Alemanha.
A banca do vizinho de Amélie, o senhor Collignon, fica exatamente na esquina do prédio onde a personagem vive. Vá até lá atrás de alcachofras... Pois elas têm mais coração do que algumas pessoas. Não  esqueça de mergulhar sua mão em um saco de cereais.



O Café des 2 Moulins, depois do sucesso do filme, tornou-se um dos pontos mais visitados do bairro. Localizado no encontro da Rue Lepic com a Cauchois, o local está sempre cheio de turistas atrás de uma lembrança de sua mais famosa garçonete. Quem não gostaria de entrar e tomar um conhaque com o fracassado escritor Hipólito ou ouvir as histórias de madame Susanne?

O começo


A cena inicial onde a mãe de Amélie morre, vítima de um acidente trágico, foi filmada na Catedral de Notre Dame.


O lugar dispensa apresentações. A catedral é uma das mais importantes de Paris. A sua construção iniciou no ano 1169. Em estilo gótico, o prédio foi dedicado para Maria, a mãe de Cristo. O mais bacana sobre esse ponto turístico parisiense é que a Notre Dame foi construída na Praça de Parvis, que fica na Ilha Île de la Cité, que é rodeada pelo Rio Sena.

Voltando a Montmartre

A cena inicial do longa foi filmada na Rue St. Vincent.  A cena final, onde Nino e Amélie andam de moto também foi gravada por aqui.









A Avenue Trudaine é o lugar onde um homem se despede de um amigo antes de sermos apresentados para a história de Amélie. Na janela, ao fundo, pode-se ver a Basílica do Sagrado Coração (Sacré-Cœur). A igreja fica localizada em uma das regiões mais altas de Paris. Foi inaugurada em 1914 e é um dos pontos turísticos mais visitados de Paris. Construída em mármore branco, a Sacré-Cœur é uma mistura de arquitetura bizantina e romana.





 O anão e o pai de Amélie

 O pai de Amélie trabalha no spa, em Enghien- les - Bains, ao norte de Paris.  O lugar abriga o único cassino em atividade da capital francesa.



A casa do pai de Amélie localiza-se na cidade de Eaubonne, ao norte da França. E é claro, o anão de jardim também vive por lá, o qual já viajou mais do que eu.


 As manias de Amélie

 O Canal St. Martin é o lugar onde Amélie costuma jogar pedras para passar o tempo. Ele se estende entre o 10º e 11ºarrondissements. Inicialmente destinado para levar água potável para a cidade, hoje é um ponto turístico muito procurado.


A cena onde Amélie vai ao cinema foi gravada no Studio 28, uma das salas de exibição mais tradicionais do bairro Montmartre. Localizada na Rue Tholoze, o local era ponto de encontro de diretores, como o espanhol Luis Buñuel.







A estação de metrô onde Amélie conhece Nino é a Abbesses. Localiza-se na linha 12 de metrô, em Montmartre.


Outra estação presente no longa é a de Lamarck-Caulaincourt, lugar onde Amélie deixa o personagem deficiente visual, depois de descrever todo o percurso para ele. Também localizada em Montmartre,  começou a funcionar em 1912.



Outra cena do longa se passa na estação La Motte-Picqet-Grenelle. É onde Amélie vê os cartazes de Nino. Se você quiser visitá-la, o seu destino é  o 15th arrondissement.



A estação onde Nino perde o seu livro de fotos é a Gare du Nord. É a mais movimentada da Europa. Além de possuir conexão local com o metrô, é também o destino de quem viaja para outros países da Europa a partir de Paris.


Amélie entrega a caixa que encontrou com preciosidades da infância para o dono na Rue Mouffetard, localizada no famoso Quartier Latin.
O lugar um tanto curioso onde Nino trabalha, o sex shop Palace, fica na Boulevard de Clichy. Nessa rua localiza-se o Moulin Rouge.





Era isso por hora. Próxima vez que Paris for seu destino, não deixe de conhecer Montmartre. Au revoir, Shoshanna... digo... Amélie.




2 comentários

  1. Gente, finalmente achei o local onde a mãe do Collignon mora! Super obrigada! Estou fazendo o listão passo a passo do filme, e nem sabia por onde começar!
    Sabe aonde fica a piscina (se é que fica em Paris) aonde o pai de Amélie não gosta que o calção de banho fique grudando no corpo? (rsrs)

    ResponderExcluir