Viva a Las Vegas de Nicolas Cage





Nicolas Cage. Um dos homens que mais atuou na cidade de Las Vegas. Deve existir alguma cláusula no contrato do artista dizendo que, pelo menos uma das cenas do filme em que ele esteja trabalhando, deve se passar na cidade do pecado. Inclusive, o ator adotou a famosa cidade do estado de Nevada como seu lar. Em entrevista concedida em 2013, ele disse que a experiência trouxe leveza para a sua vida, já que os fotógrafos loucos por celebridades ficaram para trás. Em homenagem ao meu ator favorito, fui atrás das locações dos quatro longas-metragens que Cage filmou na cidade dos letreiros de neon.

Honeymoon in Vegas



Neste filme, conhecido no Brasil como Lua-de-Mel à Três, Cage interpreta Jack, um cara que morre de medo de se casar por causa de uma promessa que fez para sua mãe quando ela estava morrendo. Só que a sua namorada, interpretada por Sarah-Jessica Parker, joga o bofe contra a parede e ele resolve subir ao altar em Vegas. Chegando lá, Jack participa de um jogo de pôquer e perde uma bolada. Como não tem dinheiro para pagar a dívida, ele faz um acordo e cede a namorada por um fim de semana ao milionário Tommy, vivido por James Caan.


A película teve como locações a cidade de Nova York, o estado do Hawaii e a Sin City. Em Las Vegas, o pano de fundo é o Hotel e Cassino Bally's. O Bally's é um lugar super tradicional de Las Vegas. É conhecido pelo show Jubilee, o qual foi criado em 1981 e continua em cartaz. Quando a personagem de Sarah-Jessica Parker encontra Jack, ela está vestida como uma das showgirls dessa atração.



O Bally's fica na Strip, no subúrbio Paradise.


Leaving Las Vegas




Nicolas Cage ganhou um Oscar por sua interpretação como Ben Sanderson, um roteirista alcoólatra que abandona Los Angeles e decide ir até Las Vegas cometer suicídio: ele pretende beber até morrer. Ao chegar na cidade, ele conhece a prostituta Sera (Elisabeth Shue) e eles vivem uma história de amor pouco usual.
O longa possui algumas cenas na Strip, nas proximidades dos hotéis Circus Circus, Flamingo, Mirage, Bally's e Excalibur. O mais legal sobre visitar essa região é que existem muitos hotéis temáticos. Uma hora você está em Paris, segundos depois no Egito e por aí vai. O coração da cidade é essa avenida. As cenas interiores dos cassinos foram gravadas bem longe de vegas: foram filmadas na cidade de Laughlin, outra cidade de Nevada, no River Palms Resort.









O Vidente

No longa "Next", Nicolas é um mágico que consegue ver o futuro. Adivinha onde ele trabalha? Las Vegas. Quase todo o filme foi gravado em Los Angeles, mas em uma das primeiras cenas do longa é possível ver o ator na Fremont Street, a famosa rua coberta da Sin City. Visitar esse lugar é uma experiência. São 5 quarteirões somente para pedestres. E você pode acompanhar um painel gigante de LED que projeta várias imagens na cobertura da rua.


Put... the bunny... back... in the box



Con Air, o longa que conta a história de Cameron Poe, um presidiário que está finalmente voltando pra casa em um avião, junto com outros detentos, depois de cumprir parte de sua pena. O que ele não previa é que a viagem iria se transformar em um inferno, pois os criminosos mais perigosos tinham o objetivo de controlar o avião para desviar sua rota.

E adivinha em que lugar o filme termina?

a) Las Vegas;

b) Sin City;

c) Todas as opções anteriores.

Exatamente. Eles conseguem levar o avião pra Las Vegas.  Se não o Nicolas Cage não poderia participar do filme. :P  O longa termina no Hotel Sands. Mas antes disso acontecer... o avião  precisa causar um rastro de destruição pela cidade. Em uma das cenas, inclusive, eles destrõem a famosa guitarra do Hard Rock Cafe.





E surpresa. Nicolas Cage filmou mais um filme na cidade: o longa The Trust, co-estrelado por Elijah Wood. Ele nunca se cansa de Vegas... Enquanto o filme não estreia e você estiver passeando pela cidade, talvez você cruze com o ator pela cidade, tentando levar uma vida normal, bebendo com os amigos ou fazendo outras coisas triviais, como levar o filho mais novo para a escola. 

Nenhum comentário