[Livro] A Criança Invisível - Susan Cruz

agosto 14, 2019




Em abril desse ano, li um texto opinativo da escritora Kim Newman sobre pais que deixam seus filhos assistir filmes de terror. Esse é um assunto polêmico, visto que existem diversas opiniões sobre o assunto. Eu concordo muito com o artigo, pois se você fizer isso da maneira certa, com certeza vai ajudar uma criança a ser mais imaginativa. E isso vale para outros gêneros cinematográficos e literários. Isso aconteceu comigo. Eu comecei a ver filmes de terror quando era muito jovem, pois nasci nos anos 80 e as famílias eram numerosas. Com tanto que você não estivesse dando trabalho para os seus pais, estava liberado assistir qualquer coisa. Não existia muita supervisão e minha irmã mais velha é muito fã de horror. Acabei virando sua parceira nas sessões noturnas do SBT. Como minha mãe percebia que eu gostava muito de ver as películas, mas ficava com muito medo, diversas vezes ela assistiu os filmes conosco para poder me acompanhar até a cama quando tudo terminasse. Eu via, sentia pavor dos personagens, mas ao mesmo tempo eles realmente entravam na minha imaginação e me fascinavam. E a minha mente ganhava outras perspectivas, flutuava por outras possibilidades, ia além da minha realidade. 

Certa vez, um amigo da minha mãe me presenteou com um livro da A Bruxa Onilda. Não era tão hardcore quanto ao que eu assistia no Cinema em Casa, mas era outra fonte daqueles elementos que eu tinha aprendido a gostar. Eles eram apresentados de uma forma leve, infantil.  E isso sempre ficou na minha cabeça. Você pode falar de terror com as crianças, introduzir esses temas bacanas na vida dos mais pequenos sem precisar apelar logo de cara para um filme de terror. Existem muitas publicações legais no mercado e eu gostaria de falar sobre uma delas. A escritora Susan Cruz lançou esse ano o livro A Criança Invisível. Eu li o livro despretensiosamente e foi uma experiência incrível. Principalmente por um motivo: existe uma dualidade na história muito grande. Ela é perfeita para uma criança, principalmente para aquelas que são solitárias no mundo e sentem que estão desaparecendo aos poucos — vivemos em um mundo onde os pais estão sempre correndo, ocupados e também existem razões mais sérias e complexas para esse sentimento de “abandono”. E quando você lê como adulto, a alegoria da história é ainda mais impactante. É fascinante, pois traz magia pra infância, transita por elementos góticos e é um ótimo meio de introduzi-las ao gênero. E, ao mesmo tempo,  se você for mais crescidinho, tenho certeza que a narrativa vai quebrar seu coração em vários pedacinhos. A autora não poupa ninguém! É magia e realidade, misturados em um balé de palavras, sensibilidade e ilustrações lindas. É um livro necessário para todos os públicos. Uma fonte de conforto para crianças e reflexão para os adultos.

Livro: A Criança Invisível 
Autora: Susan Cruz
Ilustrações: Paty Oliveira
Editora: Luvinha

  • Share:

You Might Also Like

0 Comments