Outubro Macabro: Jovens Bruxas (The Craft)


Durante o mês de outubro, o Final Girl participa do desafio Outubro Macabro, organizado pelo  Convenção das Bruxas. O meu primeiro filme do desafio é Jovens Bruxas, lançado em 1996.


O que eu mais gosto em Jovens Bruxas é a maneira como o diretor desconstrói o típico filme de high school. Apesar dele ter todos os pontos que normalmente são abrangidos por esse tipo de película, como romance, bullying, o grupo das meninas populares, o roteiro vai na direção do obscuro e renova totalmente esses velhos estereótipos fílmicos. As cenas sobrenaturais e ritualísticas do longa também são ótimas. Eles recriam essa estética de filmes de bruxa de uma forma bem original. É uma película que flerta com os outros filmes de bruxaria, como As Bruxas de Eastwick, por exemplo, mas você sente que o diretor Andrew Fleming busca a todo instante por uma linguagem própria. 

Essa é a segunda vez que assisto o filme. Vi pela primeira vez quando tinha 14 anos. Depois de 22 anos, revendo a película, posso dizer que ela continua relevante. Envelheceu muito bem. O quarteto de atrizes foi muito bem escolhido. Foi um ano de muito terror para a Neve Campbell e o Skeet Ulrich (que interpreta o Chris). Eles também participaram do primeiro filme da franquia Pânico em 1996.


Jovens Bruxas (The Craft/1996)
Direção: Andrew Flaming 




Share:
Designed by OddThemes | Distributed by Blogger Themes