[Dorama] The Guest (2018)




 



Produzir um produto de horror de um subgênero que já foi explorado exaustivamente é um grande desafio. Principalmente quando estamos falando sobre filmes e séries sobre exorcismo. A grande verdade é que William Friedkin produziu um filme definitivo sobre o assunto em 1973. Outros longas apareceram no encalço de O Exorcista. Alguns até possuem certas peculiaridades interessantes, mas vamos ser sinceros?  A maioria costuma ser apenas uma imitação equivocada do trabalho de Friedkin. Por essa razão, quando resolvi assistir o dorama sul-coreano The Guest (2018), o fiz sem grandes expectativas, esperando apenas um pouco de entretenimento. 


Só que eu fui surpreendida positivamente pela história.  The Guest é bastante singular ao oferecer uma  mixagem do folclore da Coreia do Sul com elementos mais tradicionais, os quais são adaptados ao contexto regional. Outro ponto muito positivo é o personagem diabólico central, Park Il-Do. Ele é atípico e assustador.
 
Falando um pouco do plot do seriado, a história gira em torno de Yoon Hwa-pyung (Kim Dong-wook), um menino que foi supostamente possuído pelo terrível Park Il-Do. Depois de uma sessão de exorcismo, Il-Do se apossa do corpo de um padre e ele comete uma chacina, a qual é testemunhada por Yoon. Já adulto, Hwa-pyung entra em uma espécie de obsessão, perseguindo os possíveis hospedeiros do demônio para tentar derrotar a entidade. Em sua busca desenfreada, ele conta com a ajuda do padre Matthew (Kim Jae-Wook) e da cética detetive Kang Gil-young (Jung Eun-chae).

Dirigido por Kim Hong-seon, a série é dividida em 16 episódios bem estruturados. É uma mistura muito competente de terror, suspense, ação e momentos bem precisos de alívio cômico, proporcionados quase que majoritariamente pelo excelente ator Park Ho-san,. Ele interpreta o parceiro da detetive Kang. Pode até parecer uma espécie de "salada de fruta", visto que tantos subgêneros são desenvolvidos na narrativa, mas eles estão costurados harmoniosamente, e são auxiliados pelo competente trio de protagonistas.

Acho que o mais fascinante sobre esse dorama é observar como outra cultura trabalha com essas figuras malignas. A Ásia possui algumas produções que abordam fantasmas vingativos, principalmente em produções japonesas. Alguns desses produtos alcançaram um certo sucesso comercial no ocidente e, inclusive, ganharam remakes em Hollywood. Não vejo essas reproduções de forma negativa, mas acho benéfico que possamos consumir as produções originais, pois elas oferecem nuances interessantes, as quais muitas vezes acabam sendo dissolvidas pelas adaptações culturais feitas para a compreensão do público ocidental.

The Guest, por exemplo, é bastante interessante justamente por apostar no sincretismo religioso sul-coreano, misturando elementos do catolicismo e do budismo. A série também flerta com uma parte sensível da história da Coreia do Sul, a devastadora invasão japonesa. O fato de que o primeiro hospedeiro de Park Il-Do em solo coreano seja um estudante que retornou do Japão é bastante simbólico. E definitivamente, caso esse universo fosse transposto para um outro contexto, outro país, a história perderia completamente o seu sentido único.

Ficou interessado(a)? The Guest está disponível na Netflix Brasil.
 
 





























Formulário p/ pagina de contato (Não remover)