[Dorama] - Strangers from Hell (2019)

 



Strangers from Hell (2019) está saindo da Netflix Brasil no dia 14 de maio. Por essa razão, resolvi falar um pouco sobre ele por aqui.


Baseado em um webtoon (uma espécie de quadrinho digital mais compacto do que uma história normal), o seriado acompanha Yoon Jong-woo (Im Si-wan), um aspirante a escritor. Ele arruma um emprego em Seul e precisa encontrar um lugar para morar. Por causa do dinheiro curto, Jong-woo acaba indo parar em uma pensão sinistra, cheia de moradores estranhos, como o dentista Seo Moon-jo (Lee Dong-wook). Vários acontecimentos sinistros começam a acontecer, mostrando ao protagonista que foi uma péssima ideia se hospedar naquele lugar. São 16 episódios recheados por uma ambientação sufocante e uma fotografia bem agressiva. O espectador acaba inevitavelmente sentindo o mesmo desconforto vivenciado por Jung-woo.


Im Si-wan, o protagonista do dorama, cumpre bem o seu papel, mas o show é de Lee Dong-wook. Ele está perfeito como o dentista bizarro Seo Moon-jo. Em uma entrevista, o ator sul-coreano confessou que ficou tão inserido no universo do personagem que, ao longo das gravações, seus amigos observavam que ele passou a olhá-los com a mesma expressão de Moon-jo, o que era deveras aterrorizante. Em certo momento, quando lavava seu rosto, Dong-wook teria se olhado no espelho e não conseguia mais se reconhecer. Foi nesse momento que percebeu que deveria se distanciar um pouco do objeto de atuação e maneirar um pouco nessa imersão.


Conheci o Dong-wook em Goblin (2016 – 2017), onde ele faz um personagem mais cômico, e a diferença entre os personagens é gritante. Ele está diabólico na pele do Moon-jo. O olhar dele é brutal. Até mesmo em cenas bem lights, onde acontece uma interação simples entre o dentista e o protagonista da série, a expressividade do ator é um fator determinante para deixar a cena extremamente densa e desconfortável. Acredito muito que esse personagem, por mais que tenha causado bastante incômodo para o ator, abriu portas para que ele pudesse explorar mais o seu campo de atuação e não se restringisse aos papéis de mocinhos açucarados de comédias românticas. Tanto que ano passado (2021), ele embarca em um outro projeto maravilhoso, o K-drama Bad and Crazy. E é visível que essa bagagem obtida em Strangers from Hell pode ter ajudado muito para que ele encontrasse um tom mais assertivo para o policial Ryu Sool-yeol, que é um papel que exige uma carga dramática flutuante.

Se você gosta de cinema e séries de horror, não perca a oportunidade de conferir Strangers from Hell. É um verdadeiro show de atuação do Lee Dong-wook. É também uma chance de conhecer algumas nuances do  terror feito na Coreia do Sul. As produções coreanas possuem um frescor, os diretores e roteiristas apostam alto, sem medo de soar de forma burlesca. Acho que esse é o principal problema das obras do lado ocidental do globo. Existem poucos produtores ousados e os grandes estúdios preferem sempre "reproduzir as mesmas receitas".







Formulário p/ pagina de contato (Não remover)